Pedal Trifecta by Barber Electronics

Ir em baixo

Pedal Trifecta by Barber Electronics

Mensagem por Edualex em Seg Jan 26, 2009 12:08 pm

Fabricado pela Barber Electronics (www.barberelectronics.com), é um pedal distortion/fuzz.

O pedal tem o tamanho padrão do Barber, na cor alaranjada. Internamente não há trimpots como comumente se encontra nos pedais do David Barber.

Há controles: volume - sludge – fuzz – tone


“Tecnicamente falando o trifecta emprega uma chave (toggle switch) seamlessly (sem interrupção) que lhe permite navegar por três clássicos circuitos vintage de Fuzz produzindo com CAUTELA algumas tonalidades conhecidas como "trippy" (efeitos alucinógenos, randômicos, baseados em gate que cortam o sinal simulando defeitos etc), à tonalidaes mais naturais e macias de Squish Fuzz, sempre com bastante peso e alta definição.
Os três circuitos de fuzz clássicos do Trifecta são um mix dos 3 modos existentes de construção, dos tipo PI, e Bender variados, nomeados e adcionados com o tempêro e (mods/magic) Barber Electronics e a qualidade de construção muito superior. Os três circuitos clássicos com exceção de alguns modos mais exagerados foram cuidadosamente incluidos ou omitidos nesta unidade, assim ao seu alcance estará o Barber Trifecta com os três estilos ao preço de um pedal! (fonte: Dodô Audrin)

volume – aumenta ou diminui o volume do som que passa pelo pedal. Como boost tem um ganho razoável.

fuzz – adiciona o drive na sonoridade do pedal. Colocando no zero, não dá pra usá-lo como boost 100% limpo.

sludge – proporciona um acréscimo de graves, de modo que auxilia na utilização de guitarras com single coil. Para humbuckers, é melhor deixar esse pot em ajustes mínimos

Tone – além de funcionar como os pots comuns nos mais diversos pedais de efeito, esse potenciômetro é push-pull de modo que, ao puxá-lo vc acrescente característica mais moderna à sonoridade, fazendo-o soar com mais médios.

Possui chave 3PDT, sendo true-bypass.

Testei o pedal em três amplificadores:

1) Peavey Classic 20, de 15W alltube, 10”
2) Giannini Thunder Sound alltube 50W + 4x10” Novik
3) Randall RG100SC transistorizado com 2 canais e três sonoridades, 2x12” celestion

E com três guitarras distintas: uma DiCastelli’s Custom, uma PRS SE Semi-Hollow e uma SX SST62.

Tanto no Giannini como no Randall o pedal é feroz. Muito embora temos como sonoridade comum de fuzz a referência do Fuzz Face e do Big Muff, esse pedal da Barber é mais um distortion com pitada fuzzy, do que um fuzz propriamente dito.

Ele possui uma granulação agradável, e um bom nível de ganho, podendo utilizá-lo como um pedal de distorção comum. Adorei o corpo do drive desse pedal, e no modo push-pull do controle de tone, vc obtém um drive que lembra a sonoridade dos Mesa Boogie, com aqueles médios característicos.

No Peavey, senti que utilizar o pedal em um amp já crunchado faz com que as notas mais graves soem um pouco emboladas, e pela 12ª.casa algumas notas soam meio que apagadas. Utilizando o pedal no amp com sonoridade limpa não notei esse problema com os graves. Contudo isso pode ser característica do amp e do falante, já que outros pedais meus tbém soaram embolados quando o amp já está meio crunchado.

Pontuação e review no Hamony-Central:
http://reviews.harmony-central.com/reviews/Effects/product/Barber+Electronics/Trifecta+Fuzz/10/1

Samples:
http://www.barberelectronics.com/mp3/Colorfecta.mp3
http://www.barberelectronics.com/mp3/tripifecta.mp3
http://www.barberelectronics.com/mp3/vtonemidfecta.mp3


Preço nos EUA:
Novo: US$150

No Brasil: acima de R$600,00

Edualex
Novato
Novato

Masculino
Número de Mensagens : 3
Idade : 45
Localização : curitiba
Data de inscrição : 22/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum